domingo, 24 de maio de 2009

NÃO NASCEMOS PARA SER INFELIZES

Ninguém nasceu para ser infeliz, antes pelo contrário, todos nascemos para sermos felizes de alguma maneira, daquela que nos fizer sentir melhor, daquela que nos fizer feliz, é isso mesmo, tal e qual.
Por isso para quê nos preocuparmos com coisas insignificantes? Porquê não tentarmos, a cada segundo da nossa vida, encontrar alguma coisa, por mais pequena que seja, que nos faça feliz, nem que seja só por um segundo? Para quê andar atrás da infelicidade? Não faz sentido!
Se nascemos para ser felizes, então é felizes que temos que ser e é a procurar a felicidade a cada momento que devemos viver: a caminhada pela felicidade, desde que nascemos até ao dia em que morrermos. Poder um dia olhar para trás e dizer: Eu fui realmente feliz e tudo o que fiz, mesmo as coisas más e infelizes, fizeram de mim uma pessoa muito feliz, porque aprendi e cresci com as coisas más que passaram pela minha vida.

7 comentários:

Antonio Valerio, sj disse...

É isso mesmo! E fez-me bem ler o que escreveste, obrigado! =) Temos que viver cada dia como se olhássemos para trás e víssemos onde esteve a nossa alegria e damo-nos conta que pusemos poucas vezes alegria onde ela teria sido muito mais frutífera. Mas vamos aprendendo e sobretudo concretizando a felicidade! beijinhos ;)

ritapingascatita disse...

Ninguém, em lugar nenhum e em tempo algum, devia nascer para ser infeliz...a minha "correcção" ao títalo da tua posta!! ;)

Cortes disse...

António,

gosto sempre muito dos teus comentários inspiradores ;)

Cortes disse...

Rita,

então porque é que há tanta gente infeliz?...

Andrea disse...

É tão verdade tudo o que escreveste...infelizmente tenho lutado por coisas que nao são merecedoras...tenho vivido um desgaste tremendo. Mas é aos pequenos momentos que me tenho agarrado, mesmo que por vezes nem me apeteça sair da cama. Mas tal, como já mo disseram, os nossos pais não nos fizeram para sofrermos e por eles temos o dever de ser felizes...por eles e por pessoas como vocês, que guardo no coração. Beijos

Cortes disse...

Andrea,

não posso concordar contigo a 100% porque não é pelos teus pais e por outras pessoas que tens que ser feliz, é por TI!!! Tens que ser feliz por TI para que os teus pais e outras pessoas que gostam muito de ti possam ser felizes também! As pessoas de quem gostamos também nos fazem muito felizes se elas próprias forem felizes!
Beijinho cheio de felicidade ;)

Andrea disse...

Busco a minha felicidade mas acredita que são pessoas como vocês que me dão força para tal! Beijos...mil