domingo, 25 de janeiro de 2009

ÀS 3H30M SEM SONO



O amor vai muito além da idade, do tempo ou do espaço.
Para que o amor aconteça bastam existir duas pessoas, que nem precisam de estar juntas fisicamente porque o verdadeiro amor ultrapassa todas as barreiras, mas também faz sofrer muito...
A distância, a não convivência com aquele que amamos, muitas vezes é o que faz esse amor viver e crescer, mas custa não lhe podermos tocar...

3 comentários:

Mlee disse...

Dizes tu que tens o teu aí mesmo ao lado.
beijuka

Mlee disse...

Bolas isto publicou o comment antes de terminar.
Acho que de facto o filme aborda essa questão imensa do que o amor nos permite fazer, incluindo abdicar de quem se ama, por amor, que é, provavelmente, o gesto maior. E ainda saber que, apesar da solidão no fim e no princípio, essa coisa imensa que é o amor esteve sempre lá.
É preciso ter coração de pedra para se ficar indiferente a este filme.
beijo

Cortes disse...

E se há coisa que não tenho é uma coração de pedra... Muito antes pelo contrário! :)